Já faz alguns anos que o Instagram vem se consolidando como uma das redes sociais mais acessadas do mundo. Um dos principais motivos disso é o fato da plataforma oferecer diversas ferramentas de conteúdo, as quais captam a atenção do usuário. No último ano, ele obteve uma receita de mais de US $ 29 bilhões – um aumento de 56% em relação ao ano passado, e mais de 3,5 bilhões de pessoas ativas por mês.

Desde o crescimento do Tik Tok, o Instagram começou a investir pesado em um formato de vídeos que pudesse competir mais diretamente com o concorrente. E tem dado certo! Os Reels crescem mais a cada dia e de acordo com o presidente, Mark Zuckerberg, é “o maior contribuidor para o crescimento do engajamento”.

O chefe do Instagram, Adam Mosseri, compartilhou um vídeo em suas redes sociais, em que explica que a plataforma não é mais uma mídia de compartilhamento de fotos, e agora está procurando se inclinar para o entretenimento e vídeo, depois de perceber que é isso que o público quer, através de pesquisas e demonstrado pelo grande sucesso do Tik Tok e YouTube.

“Mudanças estão chegando ao vídeo no Instagram. No Instagram, estamos sempre tentando construir novos recursos que ajudem você a obter o máximo de sua experiência. No momento, estamos focados em quatro áreas principais: Criadores, Vídeo, Compras e Mensagens”, afirmou Mosseri.

Mas e a monetização do Reels, vai acontecer mesmo?

Desde o ano passado, pouco tempo após o lançamento da ferramenta, o Instagram já vinha demonstrando intenções de incluir a monetização de usuários via reels. Essa seria mais uma estratégia da empresa para competir diretamente com o Tik Tok, visto que o aplicativo chinês segue crescendo.

Nesta terça-feira (04), os boatos foram comprovados! Alguns criadores já receberam a mensagem de monetização. A monetização será feita de acordo com os resultados dos vídeos, como visualizações e engajamento.

Zuckerberg divulgou que esse foco da empresa para os criadores de conteúdo faz parte de uma estratégia certeira para que ele possa atingir seu objetivo a longo prazo, ou seja, se tornar uma empresa “metaversa”.

Em suas palavras: “Você pode pensar nisso como uma Internet incorporada na qual você está por dentro, em vez de apenas olhar para ela. Você basicamente será capaz de fazer tudo o que pode na Internet hoje, bem como algumas coisas que não fazem sentido na Internet hoje, como dançar”.

Ele também revelou também que estava contratando um executivo do Instagram para iniciar uma nova equipe focada na criação desse metaverso.

O que isso muda para a minha empresa?

Você já deve ter ouvido muitas pessoas que trabalham com a internet falando sobre a importância dos vídeos em uma estratégia de marketing de conteúdo. Mas você realmente sabe porque esse formato está sendo cada vez mais explorado?

Para começar a entender isso, faça um exercício: pense em quantas vezes por semana você consome algum conteúdo em vídeo na internet. É provável até mesmo que você assista vídeos diariamente.

A preferência dos usuários pelos vídeos tem aumentado cada vez mais, e isso ocorre por uma série de fatores. Com isso, várias plataformas e, principalmente, redes sociais, têm explorado mais os conteúdos com esse formato.

Esse formato é importante no Marketing de Conteúdo para:

  • Construir autoridade
  • Gerar confiança
  • Gerar desejo pelo serviço/produto
  • Gerar identificação
  • Aproximação com o público

Esse tipo de conteúdo facilita a conexão entre você e os usuários, o que aumenta a visibilidade e o alcance do seu negócio. Por isso, explore ao máximo o potencial dos vídeos nos diversos canais de comunicação que você utilizar.

Qualquer pessoa pode fazer vídeos e obter sucesso nesse mercado, inclusive você!

E aí, os vídeos já fazem parte da sua estratégia de marketing?

Acompanhe meu Instagram para receber esse tipo de conteúdo todos os dias! Te espero por lá!